Noticias

11 Mitos sobre treinamento de força para mulheres

Se você é uma mulher que se preocupa com a saúde e o bem-estar, pode ter ouvido algumas informações sobre o treinamento de força que a fizeram pensar duas vezes antes de levantar os pesos. “Você vai ficar muito musculosa”, “não é feminino”, “você vai perder sua flexibilidade” – esses são apenas alguns dos muitos mitos sobre treinamento de força para mulheres que circulam por aí.

Esses mitos, infelizmente, têm o poder de nos impedir de atingir nossos objetivos de saúde e fitness, especialmente quando não são confrontados com os fatos. Por isso, neste post, vamos desvendar mitos comuns sobre o treinamento de força para mulheres, para que você possa fazer escolhas informadas sobre o seu treino e o seu corpo.

Ao esclarecer esses equívocos, esperamos inspirar mais mulheres a explorar os inúmeros benefícios do treinamento de força e, assim, abrir caminho para um futuro mais forte e mais saudável. Então, vamos começar e desmascarar esses mitos, um por um!

Se você é mulher, com certeza já ouviu falar que musculação é coisa de homem e que vai te deixar musculosa. Porém, além de não ser verdade, hoje é muito mais comum vermos mulheres na academia, quase na mesma proporção do que os homens.

Isso porque, com o passar dos anos, as pessoas começaram a descobrir as dezenas de benefícios do treinamento de força especialmente para as mulheres que querem perder peso e também manter um estilo de vida mais saudável.

Confira a seguir os 11 principais mitos sobre treinamento de força para mulheres!

11- A mulher não tem potencial para desenvolver músculos
As mulheres possuem capacidade de desenvolver os músculos tanto na parte superior como na inferior, mesmo que algumas pessoas acreditem que o público feminino pode malhar apenas os glúteos e pernas.

A estimativa é que nos membros superiores, a mulher tenha uma força muscular de aproximadamente 55%, da força masculina, enquanto nos membros inferiores, a força chega a quase 72% da força dos homens.

Isso quer dizer que, embora em alguns casos demore um pouco mais para conseguir desenvolver a musculatura, a mulher pode sim desenvolver os músculos tanto dos braços, como dos bíceps, coxas e panturrilha sem grandes problemas.

Vale ressaltar que, dependendo do tipo de metabolismo, a mulher pode até mesmo desenvolver a musculatura mais rápido em comparação com homens que têm dificuldade para ganhar massa muscular.

10- Treinamento de força para mulheres faz com que o corpo fique menos feminino
Outro grande mito é de que as mulheres que fazem musculação têm o corpo mais masculinizado. Mas o que acontece é exatamente o contrário: quando a mulher treina de forma adequada, a silhueta feminina fica mais desenhada fazendo com que ela se sinta mais bonita e atraente

Lembre-se que músculos firmes não têm a ver com masculinidade, e que ter o corpo torneado significa ter um corpo mais saudável e com menos concentração de gordura.

Outro mito é acreditar que toda mulher que faz musculação vai ficar com os braços iguais aos de bodybuilders.

Porém, o que dita o tamanho que seu músculo irá ficar são a intensidade do treino, tipo de treino e potencial genético.

No geral, as mulheres que fazem musculação buscam apenas deixar o braço mais torneado. Em outras palavras, a musculatura fica mais definida e livre de gorduras, e o músculo fica mais evidente.

9- Quando a mulher para de treinar os músculos viram gordura
Algumas pessoas acreditam que quando a mulher para de treinar, toda a construção muscular acaba virando gordura com o passar do tempo. Porém, o que acontece é que o músculo atrofia. Isto é: ficam menores porque não são estimulados.

O músculo não tem o poder de virar gordura, e você só acumulará gordura na região se ganhar peso e se alimentar com opções que não sejam saudáveis. Afinal, ao deixar de treinar, você para de queimar a gordura que fica em volta da musculatura.

8- Mulher não precisa ingerir Whey Protein
O Whey Protein pode ser um excelente aliado para a queima de gordura. Afinal, por se tratar de uma proteína de qualidade, o corpo acaba aumentando o metabolismo para digerir aquele alimento, o que faz com que você queime muito mais gordura em repouso.

Junto, o Whey ainda ajuda na construção muscular, e quanto mais músculo você tiver, mais acelerado será seu metabolismo e mais calorias pode perder no seu dia a dia.

Hoje, existem até mesmo linhas de Whey Protein desenvolvido especialmente para as mulheres, com as quantidades necessárias de proteína para esse público em específico e com acréscimo de nutrientes, vitaminas e minerais importantes para a saúde feminina.

7- A mulher pode seguir as mesmas recomendações do que os homens
Embora a mulher possa seguir o mesmo treino que um homem faz, existem algumas diferenças no processo. A primeira diferença é que o público feminino precisa ter pausas e intervalos específicos. Diferente dos homens, as mulheres têm uma recuperação mais rápida graças ao estradiol.

O estradiol é um hormônio feminino que garante uma recuperação mais acelerada graças a sua ação contra o processo inflamatório e estresse oxidativo. Isso significa que a mulher pode ter um período de intervalos e pausas menor em comparação ao homem no processo de construção muscular, e não mais longo, como muitos acreditam.

Outro ponto que devemos ressaltar é que, mesmo que você possa realizar os mesmos exercícios que o público masculino e com as mesmas cargas, é necessário levar em conta seus objetivos principais.

Se você deseja apenas tonificar os músculos e desenhá-los, com certeza o tipo e frequência dos exercícios será um pouco diferente.

6- A mulher não pode treinar menstruada
Embora até mesmo algumas mulheres acreditem que isso seja verdade, não existem restrições para o treino de musculação durante o período menstrual. A mulher pode malhar normalmente durante esses dias.

O que acontece é que nesse período é natural que a mulher se sinta mais cansada e indisposta, além de sofrer com dores musculares e cólicas.

Se esse for o caso, nossa dica é pegar mais leve nesses dias, mas caso não sinta nenhum desconforto, você pode manter o seu treino de força normalmente.

5- Mulher não pode tomar creatina
Assim como o Whey, a creatina não é um produto voltado apenas para pessoas que querem ficar muito musculosas. Pelo contrário: ela pode auxiliar no seu treino de queima de gordura, já que está relacionada com a energia disponível no seu corpo para conseguir manter uma alta performance.

Resumidamente, nosso organismo já produz creatina de forma natural. O que acontece quando você treina é que a cretina produzida pode não ser o suficiente para alcançar seu potencial máximo nos treinos.

Alguns estudos sugerem que suplementar creatina ajuda não somente a construir, mas também manter a massa magra, aumentando também o desempenho dos músculos durante o treino em homens e também em mulheres.

Porém, lembre-se de sempre consultar especialistas quanto às quantidades necessárias de creatina para o seu caso, levando em conta seus objetivos, peso inicial e tipo de treino.

4- A mulher precisa usar peso leve e muitas repetições para tornear os músculos
Um dos mitos mais comuns dentro da academia é de que as mulheres precisam usar peso leve e fazer milhares de repetições para conseguir tonificar as pernas e glúteos. Essa crença surgiu a partir da ideia de que pesos mais leves ajudam a queimar a gordura e deixar os músculos mais definidos, sem que o músculo cresça.

No entanto, essa ideia é um pouco equivocada. Para tonificar os músculos você precisa fazer com que eles cresçam um pouco. Isso não significa que seus braços ficarão grandes e masculinos, mas sim, que o músculo ficará mais visível e levemente maior.

Porém, mesmo que a recuperação seja mais rápida, ainda assim é importante que a mulher faça pequenas pausas e intervalos, de acordo com a recomendação de um personal trainer para evitar lesões e sobrecarga.

Para isso, você também precisa queimar gordura, a fim de deixar os músculos à mostra, e fazer treinos de definição, que visam tonificar a musculatura deixando-a mais firme e aparente.

3- A mulher consegue reduzir a gordura em áreas específicas com exercícios de força
Você com certeza já ouviu dizer que praticar o mesmo exercício para as coxas todos os dias vai fazer com que você queime a gordura localizada daquela região. Contudo, nosso corpo não tem a capacidade de queimar gordura em locais específicos.

Isso acontece porque, quando estocamos gordura, nosso corpo armazena essas calorias extras em diversas regiões, e não somente em um ponto específico. Para queimar essa gordura, o processo também é feito generalizado.

Ou seja, você precisa seguir uma dieta de baixas calorias que vise seu emagrecimento, especialmente porque a dieta é responsável por pelo menos 80% da sua queima de gordura, e combinar com exercícios de queima de gordura e tonificação muscular.

Nossa dica é combinar os exercícios aeróbicos com a musculação, aumentando assim o gasto calórico e acelerando o metabolismo basal.

2- Mulheres mais velhas não podem fazer treinamento de força
Muito pelo contrário: mulheres mais velhas conseguem diversos benefícios ao treinar musculação. Quando a mulher passa pela menopausa, seus riscos de osteoporose ficam maiores, o que causa um grande medo de se lesionar durante os exercícios.

Mas, o que acontece é exatamente o oposto: os treinos de força para mulheres ajudam a aumentar a densidade óssea, evitando quadros de doenças relacionados à estrutura corporal, além de estimular o aumento da massa muscular e força.

Lembre-se apenas de respeitar as limitações do seu organismo enquanto você desenvolve suas habilidades e força, seguindo sempre as recomendações de um profissional habilitado.

1- O treinamento de força para mulheres queima menos calorias do que os exercícios de resistência
Se você está em busca de emagrecimento, muitas pessoas provavelmente já te indicaram correr na esteira ou fazer bicicleta. Embora de fato os exercícios de resistência tenham um ótimo resultado no aumento do gasto calórico, os exercícios de força também podem ser um grande aliado na perda de gordura corporal.

Quando fazemos musculação, a tendência é que aumentemos a massa muscular. Como resultado, o metabolismo basal tende a ficar mais acelerado, já que os músculos queimam mais calorias parado do que a gordura.

Ou seja, o treinamento de força não somente ajuda a tonificar os músculos, mas também pode agir positivamente na queima de gordura para potencializar sua perda de peso.

Agora que você viu quais são os 11 mitos sobre treinamento de força para mulheres, comece a incluir treinos de musculação no seu dia a dia. Você vai notar que além de acelerar a perda de peso, você ainda ficará com a musculatura mais torneada e com o corpo mais desenhado e feminino.

 

What's your reaction?

Excited
0
Happy
0
In Love
0
Not Sure
0
Silly
0

You may also like

More in:Noticias

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *