Tecnologia

Big techs podem perder corrida de IA, diz engenheiro do Google

Um memorando escrito por um engenheiro do Google afirma que a vantagem das grandes empresas de tecnologia na área de inteligência artificial (IA) está diminuindo rapidamente. Publicado no site SemiAnalysis, o documento se espalhou rapidamente pelas comunidades de IA, onde gerou discussões entre os principais especialistas do campo.

O funcionário do Google destaca o avanço surpreendente das iniciativas de código aberto na área de IA. Embora os modelos desenvolvidos pela big tech ainda tenham uma vantagem em termos de qualidade, essa diferença está diminuindo.

O engenheiro afirma que a comunidade de empresas que dependem de códigos e modelos de IA disponíveis publicamente estão ultrapassando as grandes empresas de tecnologia em termos de eficiência. As startups estão encontrando caminhos para superar a quantidade de dados necessárias para treinar a tecnologia.

Um porta-voz do Google confirmou a autenticidade do memorando, mas ressaltou que se trata da opinião de um funcionário sênior e não necessariamente reflete a visão da empresa como um todo. De qualquer forma, o documento indica que o domínio das bigs techs sobre a indústria pode não se solidificar como esperado.

O documento também menciona o impacto da OpenAI, que entrou em cena com o lançamento do ChatGPT. Outras empresas que trabalham com sistemas generativos de IA, capazes de criar conteúdo com base em prompts de usuários, também ganharam popularidade e qualidade.

Em resposta, o Google lançou seu próprio programa equivalente, o Bard. No entanto, o memorando ressalta que esses esforços podem não ser suficientes para vencer a corrida contra os desenvolvedores de código aberto.

O fundador da OpenAI, Andrej Karpathy, afirmou no Twitter que pequenas empresas de IA estão começando a abalar significativamente o setor, comparando o momento atual a uma “explosão cambriana” na evolução da vida.

 

What's your reaction?

Excited
0
Happy
0
In Love
0
Not Sure
0
Silly
0

You may also like

More in:Tecnologia

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *